Menina ansiosa

Don Soares

A menina sentada no banco insistia em me questionar sobre o fato de a vida ser tão efêmera: “A vida passa tão rápido, né?”. E eu não sabia o porquê de sua ansiedade. “Baby, o que você vai fazer amanhã?” – eu perguntei, entre tragos do cigarro. “Não sei, ué!” – ela me respondeu, surpresa. A menina não sabia… e isso me deixou mais confuso do que ela. “Se você acha que a vida passa rápido assim, por que que você não tem ideia do que fazer amanhã?”. Ela ficou meio pensativa. “Se você não se preocupa com o amanhã, então tá tudo bem sobre a vida… Se você acha que a vida passa rápido, vai fazer alguma coisa antes que ela termine de passar!”. Ela ainda estava pensativa. Fiquei pensando se o que eu disse causara um choque muito maior do que deveria ou se, na verdade, não causara efeito algum e ela estava pensando “Meu Deus! O que que esse energúmeno tá querendo dizer!?”. De qualquer forma, apaguei o cigarro no chão, me despedi e fui embora. Pus-me a descer a ladeira com as mãos no bolso. “Por que será que eu insisto em fazer isso? A dar lições sobre coisas que eu sequer entendo?”. Continuei descendo a ladeira enquanto padecia da mesma angústia que aquela menina.

Leia a seguir “Staplaft“.

Publicidade

Uma consideração sobre “Menina ansiosa”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: